Reciclar Radiografias por um Mundo Melhor

Sob o mote #MostraQueoQueImportaÉoInterior, a AMI lança a 25ª Campanha de Reciclagem de Radiografias no dia 5 de junho, Dia Mundial do Ambiente.

Este projeto da AMI, que teve a sua primeira edição em 1996 e que tem a dupla finalidade de contribuir para a proteção ambiental e angariar fundos para financiar os projetos desenvolvidos pela instituição, já permitiu recolher mais de 1.600 toneladas de radiografias em farmácias e hospitais, graças a uma vasta rede de apoios, quer da sociedade civil, quer das farmácias.

A recuperação da prata contida nas radiografias permite evitar a deposição destes resíduos em aterro sanitário, ao mesmo tempo que permite reduzir a extração de prata na natureza e as nefastas consequências que esta atividade tem, quer pela destruição de áreas naturais, quer pela exploração das populações locais, muitas vezes em países em desenvolvimento.

Em 2020, devido à pandemia, não foi possível realizar uma campanha de recolha de radiografias, mas apenas realizar recolhas pontuais em farmácias e infraestruturas de saúde. Ainda assim, foi possível evitar que 24 toneladas de radiografias fossem para aterro sanitário, pois este projeto é a única solução para a reciclagem de radiografias em Portugal, garantindo assim a correta separação deste resíduo.

A recolha de radiografias faz-se anualmente com o apoio de Farmácias, Centros de Saúde e Hospitais. Durante os períodos de campanha, as radiografias com mais de 5 anos ou sem valor de diagnóstico, anteriormente separadas dos relatórios clínicos, podem ser entregues nas Farmácias aderentes à Campanha. Fora dos períodos de Campanha, é possível entregar as radiografias em qualquer uma das instalações da AMI ou em Farmácias que façam recolha durante todo o ano.

A campanha, que conta com o apoio da Associação de Distribuidores Farmacêuticos (Adifa), decorre até 27 de junho nas farmácias aderentes.

Mais informações em: https://ami.org.pt/missao/reciclagem-de-radiografias/