Apresentação

Bangladesh AMI

A AMI foi fundada em 1984, com o Homem no centro de todas as suas preocupações. Desde 1987, já atuou em 79 países do Mundo, tendo enviado centenas de voluntários e toneladas de ajuda (medicamentos e equipamento médico, alimentos, roupas, viaturas, geradores, etc.). Na área internacional, a AMI desenvolve três grandes tipos de intervenções, designadamente, Missões de Emergência, Missões de Desenvolvimento com equipas expatriadas e Projetos Internacionais em Parceria com Organizações Locais (PIPOL), procurando adequar a sua atuação às características e necessidades do contexto, assumindo para tal uma intervenção faseada, tendo sempre como fim último, a sustentabilidade do processo de desenvolvimento.

A AMI foi fundada em 1984, com o Homem no centro de todas as suas preocupações.

A partir de 1994, consciente da realidade vivida em Portugal, a AMI alargou a sua área de atuação, visando minimizar os efeitos dos fenómenos da pobreza e da exclusão social em território nacional. Deste modo, dispõe atualmente de 16 Equipamentos e Respostas Sociais no país, nomeadamente 9 Centros Porta Amiga (Lisboa – Olaias e Chelas, Porto, Almada, Cascais, Funchal, Coimbra, Vila Nova de Gaia e Angra do Heroísmo); 2 Abrigos Noturnos (Lisboa e Porto); 2 Equipas de Rua (Lisboa e Vila Nova de Gaia/Porto); 1 Serviço de Apoio Domiciliário (Lisboa) e 2 polos de receção de alimentos do FEAC (Lisboa e Porto).

Uma terceira vertente do trabalho da AMI é a promoção de uma cidadania ativa na área do associativismo, formação ou ambiente, promovendo a participação ativa de jovens e adultos em projetos concretos.