AMI assinala dia 3 de outubro em Lisboa

SNAP_nomorebricksinthewall_1200x628px

Eventos em toda a Europa promovem o Dia Europeu da Memória e do Acolhimento”, dinamizado pelo projeto “Snapshots from the borders” e pela campanha “No More Bricks In The Wall”.

O dia 3 de outubro assinala o 6.º aniversário daquele que é recordado como um dos massacres mais graves dos migrantes no Mediterrâneo: um barco que transportava mais de 500 pessoas afundou a apenas algumas centenas de quilómetros da costa da ilha italiana de Lampedusa. 368 migrantes (entre crianças, mulheres e homens) perderam a vida; 155 foram salvos.

O município de Lampedusa e Linosa, líder do projeto europeu “Snapshots from the Borders”, organiza e promove uma série de iniciativas em todas as capitais europeias para assinalar esse trágico acontecimento e homenagear a memória das vítimas do dia 3 de outubro de 2013.

Como referiu o presidente da Câmara de Lampedusa e Linosa, Totò Martello : “para construir um futuro melhor, devemos preservar a memória. Somente recordando o que aconteceu, podemos trabalhar para impedir que isso aconteça novamente “.

O projeto “Snapshots from the Borders” conta com o envolvimento de 19 autoridades locais fronteiriças e 37 associações e organizações da sociedade civil de todos os 28 países europeus, sendo a AMI a organizadora da campanha para Portugal.

Lampedusa representará “A Capital da Europa”, com uma série de eventos em outras 29 capitais e cidades europeias para apoiar a nova petição, que visa solicitar às instituições da UE que façam de 3 de outubro o “Dia Europeu da Memória e do Acolhimento”.

As capitais envolvidas são: Amesterdão (Holanda), Atenas (Grécia), Berlim (Alemanha), Bratislava (Eslováquia), Bruxelas (Bélgica), Bucareste (Roménia), Budapeste (Hungria), Copenhaga (Dinamarca), Dublin (Irlanda), Helsínquia (Finlândia), La Valetta (Malta), Lisboa (Portugal), Londres (Reino Unido), Liubliana (Eslovénia), Luxemburgo (Luxemburgo), Madrid (Espanha), Nicósia (Chipre), Paris (França), Praga (República Checa) ), Riga (Letónia), Sófia (Bulgária), Estocolmo (Suécia), Tallin (Estónia), Varsóvia (Polónia), Viena (Áustria), Vilnius (Lituânia), Zagreb (Croácia). Mostar (cidade da Bósnia e Herzegovina) junta-se a estas capitais.

Em cada cidade terão lugar várias iniciativas (como eventos culturais, documentários, debates, exposições, flash mobs, concertos, etc.) coordenadas para sensibilizar os cidadãos para questões relacionadas com o fenómeno das migrações e promover a recolha de assinaturas.

A petição on-line já está a disponível em https://you.wemove.eu/campaigns/facamosdo-dia-3-de-outubro-o-dia-europeu-da-memoria-e-do-acolhimento

Programa do evento em Lisboa disponível em https://ami.org.pt/wall