“No More Bricks in the Wall”

SNAP_nomorebricksinthewall_1200x628px

A AMI foi selecionada pelo projeto “Snapshots from the Borders”, financiado pela União Europeia e promovido por 35 parceiros europeus, entre atores da sociedade civil e autoridades locais, para ser a representante portuguesa da campanha “No More Bricks in the Wall”. 

A proposta apresentada pela AMI, sob o tema “WALL: Derrubar Muros. Construir Futuros”, procura contribuir para o desenvolvimento de políticas migratórias positivas de acolhimento e integração, através de uma maior sensibilização dos cidadãos em Portugal para o fenómeno das migrações globais, as suas causas e consequências nos países de origem e impactos e desafios nos países de acolhimento, concorrendo assim para o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 10: Reduzir as Desigualdades

A iniciativa arrancou em setembro nos diversos canais online e culminará com a realização de um grande evento de rua no dia 3 de outubro de 2019, em simultâneo em todas as capitais dos Estados-Membros da União Europeia. Uma oportunidade ímpar para promover a tolerância e o respeito pelos Direitos Humanos.

Partilhe a responsabilidade e faça parte de um movimento de solidariedade!

Objetivo da Campanha

O principal objetivo da campanha “No More Bricks in the Wall” prende-se com a necessidade de aumentar o conhecimento informado dos cidadãos europeus sobre a migração global e o seu principal impacto, e promover a assinatura de uma petição para designar o dia 3 de outubro como o Dia Europeu da Memória e do Acolhimento, uma data simbólica que recorda o trágico naufrágio de 368 pessoas (crianças, homens e mulheres) em Lampedusa, em 2013. 

 

 

Petição: 3 de outubro - Dia Europeu da Memória e do Acolhimento

Às instituições da UE recém-eleitas (Parlamento, Comissão Europeia e Conselho).

Façamos do dia 3 de outubro o Dia Europeu da Memória e do Acolhimento e asseguremos que as políticas migratórias mantêm a Humanidade e a Solidariedade na sua essência enquanto promovem a partilha de responsabilidades por toda a Europa.

O dia 3 de outubro é uma data simbólica que recorda o dia em que, em 2013, 368 pessoas, incluindo crianças, mulheres e homens, perderam a vida num naufrágio ao largo da costa de Lampedusa.

Pedimos aos cidadãos que se juntem aos territórios fronteiriços que estão a lançar esta petição, num movimento de solidariedade, assinando e levando a mensagem de humanidade e solidariedade ao centro das instituições da UE.

Partilhemos a responsabilidade!

Juntamente com os Territórios Fronteiriços que lançam esta petição, queremos espalhar as nossas vozes e apelar a todos os decisores políticos nacionais e da UE para que cumpram as suas responsabilidades na criação de políticas migratórias coerentes. As necessidades e as condições das comunidades locais que acolhem os migrantes que chegam, precisam do apoio a nível Europeu – um apoio que seja solidário com todos os seres humanos, sejam eles cidadãos locais ou migrantes.

Sejamos humanos!

As pessoas que fogem da guerra e da perseguição muitas vezes não têm alternativas seguras e convencionais para chegar à Europa. Se tornarmos essas soluções disponíveis com urgência, as pessoas não serão forçadas a recorrer aos traficantes e arriscar as suas vidas. Ao trazermos vozes e soluções reais dos territórios fronteiriços, onde a migração é vivida diretamente, estaremos a pedir um mundo mais justo.

Façamos parte do movimento solidário!

Junte-se a nós, assine a petição e façamos a mudança juntos, trazendo histórias e vozes das fronteiras para o centro da UE.

Façamos do 3 de outubro o Dia Europeu da Memória e do Acolhimento!

Em 2016, o Senado italiano definiu por lei que a data de 3 de outubro passaria a ser o Dia Italiano da Memória e do Acolhimento, (esta iniciativa ocorreu e foi promovida graças ao Comitato 3 Ottobre, criado com este objetivo específico) a ser celebrado todos os anos para lembrar e comemorar todas as vítimas da imigração e para promover iniciativas de consciencialização e solidariedade. É tempo de introduzirmos este dia em toda a Europa.

Desde 3 de outubro de 2013 até hoje, 17.900 migrantes e refugiados morreram ou desapareceram no mar Mediterrâneo. 2016 foi o ano mais letal, com 5.096 pessoas que perderam as suas vidas numa tentativa desesperada de encontrar a salvação na Europa. Em 2018, uma em cada 18 pessoas que atravessaram o Mediterrâneo em direção à Europa perdeu a vida: um custo humano inaceitável e uma inaceitável estatística humana.

O 3 de outubro será um dia para comemorar e refletir sobre estas perdas humanas; um dia em que políticas erradas entram em confronto com os nossos valores individuais e Europeus que devem ser sempre mais elevados. Um dia para recordar o passado, para corrigir o presente e para vislumbrar um futuro europeu de solidariedade e respeito por todas as vidas humanas.

 

“Façamos do 3 de outubro o Dia Europeu da Memória e do Acolhimento!” é o pedido imperioso da campanha “No More Bricks in the Wall”, implementada pelo projeto “Snapshots from the Borders”, que liga as cidades fronteiriças e as ilhas que enfrentam a migração na entrada das fronteiras.

Faça parte de um movimento de solidariedade!

Evento de rua: dia 3 de outubro de 2019

Estamos a preparar uma grande surpresa!

Faça parte de um movimento de solidariedade!

Exposição de Fotografia de Alfredo Cunha

De 26 de setembro a 3 de outubro de 2019, estará patente uma exposição do fotógrafo Alfredo Cunha na Igreja de S. Domingos, em Lisboa, cujo mote serão os rostos de pessoas de várias nacionalidades.

Lançaremos o desafio a todos os visitantes de tentarem adivinhar a nacionalidade de cada uma das pessoas retratadas. Acreditamos que haverão algumas surpresas.

Não perca a oportunidade de visitar uma exposição de um dos mais conceituados fotógrafos portugueses e, ao mesmo tempo, faça parte de um movimento de solidariedade!

Teste o seu conhecimento sobre Migrações 

Numa aplicação a disponibilizar brevemente, poderá avaliar o seu nível de conhecimento sobre a temática das migrações. A aplicação estará disponível gratuitamente para o seu telemóvel ou tablet, quer com o sistema operativo Android ou Iphone.

No final do quizz, convidamos todos os participantes a partilharem o resultado e a espalharem a mensagem desta campanha.

Faça parte de um movimento de solidariedade!

Documentários “Snapshots from the borders”

O projeto “Snapshots from the Borders” selecionou 10 documentários sobre a temática das migrações.

Portugal irá exibir no dia 3 de outubro de 2019 o documentário “Citta’ Giardino”, escrito e realizado por Marco Piccarreda e Gaia Formenti.

Parceiros

 

Esta página foi criada e mantida com o apoio financeiro da União Europeia. Os seus conteúdos são da total responsabilidade da AMI e não refletem, necessariamente, os pontos de vista da União Europeia.