Hospital de campanha da AMI já está operacional

A AMI montou um centro de tratamento de cólera que vai funcionar como complemento ao Centro de Saúde de Manga Nhaconjo, equipamento que habitualmente serve uma população de 50 mil pessoas.

Com capacidade para 24 camas (12 para internamento, 9 para consulta e 3 para triagem), esta instalação vai focar-se no tratamento dos casos de cólera, doença que começa a dar sinais de preocupação, e com o número crescente de casos de diarreia hídrica.

Refira-se que o transporte do hospital de campanha para Moçambique concretizou-se graças ao apoio da TAP Portugal.