Cólera começa a preocupar em Moçambique

Com o seu hospital de campanha já totalmente operacional na resposta à cólera e a funcionar 24h por dia, em estreita colaboração com o Centro de Saúde de Manga Nhaconjo e em coordenação com a Organização Mundial de Saúde, a AMI está a trabalhar intensamente no combate ao número crescente de casos de cólera que se verificam em Moçambique.

Apenas em 24 horas, as autoridades locais davam conta de 313 casos de cólera (231 na Beira, 68 em Dondo e 14 em Nhamatanda) e só no dia de ontem, 3 de abril, a unidade de resposta à cólera  da AMI identificou 35 casos de diarreia aguda compatível com cólera nas 39 consultas que fez em Manga Nhaconjo.