Intervenções de alto impacto: Saúde Comunitária em Quinara

Quinara, Guiné Bissau

Como posso ajudar nesta missão?

Partilhar:
A sua pequena ajuda será uma grande ajuda para todos. Está ao seu alcance fazer a diferença!

age · muda


Inicio: June 2018
Fim: June 2020
Custo: 83.597,14€ (AMI: 25.143,90€)
Apoios: UNICEF
Parceiros: MINSAP
Beneficiários: Beneficiam diretamente pelo menos 1.294 grávidas e 9.308 crianças menores de 5 anos e indiretamente os 65.666 habitantes da região de Quinara.

ODS:

Disponibilização de serviços de saúde de proximidade às grávidas e crianças abaixo dos 5 anos de idade, da Região Sanitária de Quinara.

Inserida no âmbito da estratégia nacional de saúde da Guiné-Bissau, a intervenção da AMI desenvolve-se ao nível da saúde comunitária na região de Quinara e visa a redução da morbidade e mortalidade materno-infantil na região. Dada a pertinência da intervenção, iniciada em maio de 2014, a mesma mantem-se em curso, encontrando-se já na sua 3ª fase de implementação.

A intervenção na Região de Quinara tem como principal foco a capacitação, formação e acompanhamento regular de 208 Agentes de Saúde Comunitária (ASC), que diariamente promovem junto dos Agregados Familiares das suas tabancas um conjunto de 17 Práticas Familiares Essenciais (PFE) para a melhoria do estado de saúde da população da região, realizando também sessões de sensibilização e o acompanhamento da adoção das práticas pelas famílias. A amamentação do bebé exclusivamente ao peito até aos seis meses, o dormir todas as noites debaixo dos mosquiteiros impregnados (grávidas e as crianças de 0-5 anos) e a realização de 4 consultas pré natais pela grávida antes do parto são algumas das PFE que os ASC promovem junto das famílias. Tem-se verificado uma apropriação gradual das PFE por parte das famílias, sendo que, após cerca de 5 anos de intervenção, se constata por exemplo que: 98% de crianças <6 meses F/M recebem amamentação exclusiva; 100 % das crianças <5 anos F/M e 100% das grávidas dormem debaixo dos mosquiteiros impregnados; e 71% das grávidas fizeram pelo menos 4 CPN antes do parto.

De forma a contribuir também para um melhor acesso aos serviços de saúde pelas comunidades mais isoladas, são realizadas deslocações regulares por parte dos enfermeiros a estas comunidades onde prestam cuidados de saúde às grávidas e às crianças menores de 5 anos.

A intervenção, implementada através de um trabalho de grande proximidade e parceria constante com a Direção Regional de Saúde de Quinara, permite uma intervenção alinhada e concertada ao nível regional e nacional, bem como, o reforço das capacidades institucionais da própria Direção Regional.

Conheça outras missões e saiba como participar e ajudar em cada missão!

A sua pequena ajuda será uma grande ajuda para todos. Está ao seu alcance fazer a diferença!