Reciclagem de Radiografias

reciclagem_radiografias_1200x700_semlogos

Anualmente, realiza-se a campanha de reciclagem de radiografias, durante a qual a população pode contribuir deixando as suas radiografias, com mais de 5 anos ou sem valor de diagnóstico, nos sacos disponíveis nas farmácias aderentes, sem relatórios, envelopes ou folhas de papel.

Qual o objetivo e como funciona a Campanha de Reciclagem de Radiografias?

A reciclagem das radiografias permite evitar a sua deposição em aterro, minimizando assim a contaminação do ambiente, reduzindo desta forma a sua extração na natureza e as nefastas consequências que este processo tantas vezes tem, quer pela destruição de áreas naturais quer pela exploração das populações locais, muitas vezes em países em desenvolvimento.

Por outro lado, a prata resultante da sua reciclagem tornou-se uma fonte de receitas muito importante para o trabalho social da AMI em Portugal, através dos seus 15 equipamentos e respostas sociais espalhadas de norte a sul do país e ilhas.

Concluindo, ao participar nesta campanha, está a ajudar a aproximar Portugal dos restantes países europeus em matéria de gestão resíduos, e ajudar a AMI a continuar a sua missão.

Perguntas mais frequentes

Qual é o âmbito do projeto?

Numa primeira fase as radiografias são separadas dos relatórios clínicos, cuja informação confidencial é destruída pela AMI, sendo depois encaminhadas para parceiros recicladores. Do processo de reciclagem deste resíduo obtém-se prata, que é depois vendida no mercado de metais preciosos. O resultado da venda sustenta o processo de recolha e tratamento, funcionando adicionalmente como uma fonte de angariação de fundos para as ações da AMI.

Quais os benefícios da recolha de radiografias?

A recolha de radiografias pela AMI permite a reutilização da prata contida nas radiografias, evitando assim a sua deposição em aterro, ao mesmo tempo que se evita a extração de prata na natureza e as nefastas consequências que a extração de metais preciosos acarreta, quer pela destruição de áreas naturais, quer pela exploração das populações locais. O resultado da venda sustenta ainda o processo de recolha e tratamento, funcionando adicionalmente como uma fonte de angariação de fundos para as ações promovidas pela AMI.

Quantas Campanhas existem por ano?

Existe uma Campanha anual, com possibilidade de extensão a uma segunda. As datas são atempadamente comunicadas às entidades parceiras e anunciadas posteriormente nos meios de comunicação social e no nosso site.

Tenho radiografias e gostaria de as entregar. Onde e quando posso fazê-lo?

As radiografias poderão ser entregues em Farmácias, Parafarmácias, Centros de Saúde e Hospitais aderentes ao projeto durante os períodos de Campanha. Fora do período de Campanha poderá entregar as suas radiografias nas nossas instalações existentes em Portugal Continental e nas Ilhas. Existem ainda Farmácias, Parafarmácias, Centros de Saúde e Hospitais que recebem radiografias ao longo de todo o ano.

É possível entregar radiografias nas farmácias fora do período da campanha?

Fora do período da campanha, poderá dirigir-se a uma farmácia perto de si e questionar se recebe radiografias. Em alternativa, poderá entregar as suas radiografias na sede ou nas delegações da AMI.

Que instituições podem participar na recolha de radiografias?

Farmácias, Parafarmácias, Centros de Saúde, Hospitais e outros órgãos de saúde. Caso a sua instituição não pertença a nenhum dos círculos mencionados e tenha interesse em participar, contacte-nos através do endereço de e-mail [email protected] ou do número de telefone 218 362 100.

A minha instituição participa na Campanha, como devo acomodar as radiografias?

As radiografias podem ser acomodadas em sacos de cartão produzidos para o efeito e enviados pela AMI ou em caixas de cartão, desde que devidamente reforçadas. Alertamos para a importância da utilização de caixas resistentes para evitar a rotura das mesmas durante o transporte. Os sacos/caixas deverão ser fechados e deverão estar em local acessível ao estafeta.

A minha instituição participa na Campanha, como tenho acesso a mais sacos?

Quando necessitar de sacos pode solicitar gratuitamente através do formulário disponível para o efeito (clique nesta ligação para aceder ao formulário)

Nota: Para solicitar o envio de material, a entidade tem de estar inscrita na Campanha de Recolha de Radiografias. Caso não se encontre inscrita a entidade deverá contactar-nos através do e-mail [email protected]

A minha instituição participa na Campanha, como se procede à recolha das radiografias do meu estabelecimento?

Quando a Vossa Instituição possuir um ou mais sacos cheios de radiografias (até 30 kg por saco), deve requerer a sua recolha gratuita através do formulário disponível para o efeito (clique nesta ligação para aceder ao formulário)

Nota: Para solicitar a recolha do material, a entidade tem de estar inscrita na Campanha de Recolha de Radiografias. Caso não se encontre inscrita a entidade deverá contactar-nos através do e-mail [email protected]

A minha instituição participa na Campanha, que dados devo conceder aquando da solicitação de recolha de saco(s) cheio(s)?

No ato de solicitação de recolha de saco cheio deverá fornecer os seguintes dados:

  • Denominação Social
  • NIPC
  • E-mail
  • Nº de sacos/nº kg de radiografias (quantidade mínima para solicitar recolha – 1 saco de papel AMI)
A minha instituição participa na Campanha, existe algum custo associado à recolha?

Informamos que não existe qualquer custo associado à recolha, quer no envio dos sacos, quer na recolha dos mesmos.

Documentação

Guia de Procedimentos para Recolha de Radiografias (PDF)