Refugiados Ucrânia – Equipa da AMI prepara intervenção na fronteira   

A equipa da AMI está desde ontem na Hungria, onde se estima que estejam a chegar 20.000 refugiados por dia, em contacto com organizações locais e com a Embaixada de Portugal no sentido de concertar esforços para atuar com organizações locais que estejam autorizadas a intervir na fronteira com a Ucrânia. 

A par do levantamento de necessidades, a equipa está também a solicitar as devidas autorizações junto das autoridades locais, nomeadamente junto do Ministério do Interior Húngaro. 

A AMI esclarece que não irá enviar bens para o terreno, uma vez que será mais eficiente e menos oneroso adquiri-los localmente, sendo fundamental articular com as autoridades e organizações locais, no sentido de perceber quais as principais necessidades. 

  Por outro lado, em Portugal, os equipamentos sociais da AMI (Centros Porta Amiga e Abrigos Noturnos) estão preparados para prestar o apoio necessário aos refugiados ucranianos que chegarem ao país. Para tal, a AMI está a aceitar doações de alimentos não perecíveis e bens de higiene específicos, com prazos mínimos de 2 ou 3 meses, que poderão ser entregues diretamente na sede da AMI, em Lisboa, ou nos centros sociais e nas delegações em todo o país. 

Para levar a cabo esta missão, a AMI lançou uma campanha de angariação de fundos, sendo várias as formas de apoiar: 

  •  Conta de emergência: IBAN – PT 50 0007 0015 0040 0000 00672 
  •  Online em http://ami.org.pt/donativo 
  •  Serviço Ser Solidário da SIBS 
  •  MBWAY 962 777 431 
  • Multibanco – Pagamento de Serviços para a entidade 20909 / referência 909 909 909  
     
  • Cheque – Cheque nominal (AMI) diretamente para qualquer uma das direções da AMI ou para AMI-Remessa Livre 25049 1148 Lisboa CODEX (não necessita de selo).