Projeto Ecoética: AMI promove nova ação de reflorestação no Pinhal de Leiria

ecoetica pinhal de leiria

Nos próximos dias 18 e 19 de fevereiro, a AMI irá levar a cabo mais uma ação de reflorestação no Pinhal de Leiria, com a plantação de 3.500 árvores de espécies autóctones, no âmbito da campanha “Vamos todos ser Dinis”, promovida pelo projeto Ecoética.

O mote desta campanha tem por inspiração o papel fundamental do Rei D. Dinis na plantação do Pinhal de Leiria no século XIII. Na atualidade, a AMI pretende assumir esta responsabilidade ambiental e ajudar a mitigar os efeitos do incêndio que destruiu 80% do Pinhal de Leiria em 2017, de forma a contribuir para a sustentabilidade e melhor preservação do território, bem como para a Agenda 2030 através do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 15 – Proteger a Vida Terrestre.

ecoetica pinhal de leiria voluntariado

 

Esta ação irá decorrer numa área selecionada pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), envolverá a participação de voluntários na plantação das árvores e conta com o apoio de vários parceiros, designadamente a Novartis, Sibs Ser Solidário, Aldi, Altice Portugal, Plimat, Protur e Gestamp.

Recorde-se que, face à necessidade de recuperar os terrenos florestais devastados pelos incêndios de 2017 e 2018 em Portugal, a AMI direcionou o projeto Ecoética, em curso desde 2011, para a reflorestação de áreas deflagradas pelos incêndios em diversas regiões do país. Esta iniciativa da AMI já permitiu reabilitar mais de 200.000 m2 de terreno, contribuindo para resgatar e fixar, aproximadamente, 150 toneladas de CO2 por ano.

Alguns dos principais objetivos do projeto Ecoética passam pela prevenção dos impactos associados à introdução de espécies invasoras, aumento da área vegetal em Portugal, preservação dos solos, proteção das reservas de água subterrâneas, prevenção de incêndios, recuperação de áreas de difícil acesso e a consequente monitorização e controlo das zonas intervencionadas.